Gibi Raro
     

PRIMAGGIO MANTOVI

Primaggio, nasceu na Itália em janeiro de 1945 e começou a desenhar com, aproximadamente, seis anos apenas para imitar o irmão mais velho. Desde então, ele nunca mais parou.
Em 1954, quando estava com nove anos, mudou-se para o Brasil (Rio de Janeiro).
Em 1964, depois de um rápido curso de propaganda, (no Instituto Técnico Oberg - RJ) começou, na Rio Gráfica e Editora, retocando histórias em quadrinhos estrangeiras (como quase todo o desenhista de quadrinhos), além de ilustrar alguns anúncios e contos de faroeste.
Curiosamente, sua estréia nos quadrinhos se deu com um de seus ídolos de infância, Rocky Lane, um cowboy do cinema americano dos anos 40/50. De dezembro de 65 a janeiro de 68, Primaggio escreveu e desenhou oito histórias do cowboy.
Durante esse período, era responsável, também, pela maioria das capas das publicações de quadrinhos da editora, produzindo cerca de 200, do lay-out às cores. Paralelamente, produziu também algumas capas de terror para a Editora Taika de São Paulo e outras para a coleção de livros policiais, Enigma.
Ainda na Rio Gráfica, fez algumas ilustrações para as revistas Meia-Noite e Contos de Amor, mas sua grande chance veio por meio do Recruta Zero: devido a falta de material americano, a editora precisava de alguém que escrevesse e desenhasse as histórias do Recruta. Primaggio acabou assumindo a incumbência, passando, a partir de então, a trabalhar também com roteiros e desenhos humorísticos.
De novembro de 68 a janeiro de 71, o autor escreveu, desenhou e coloriu cerca de 50 histórias do Recruta Zero, algumas do Zé, o Soldado Raso, (o mesmo personagem com outro nome) para a Editora Saber S/A. , de São Paulo.


1964 – Inicia a carreira, na RGE, (Rio Gráfica e Editora), escrevendo e desenhando HQs do personagem Rocky Lane, um cowboy do western B.
1968 – Começa a escrever e desenhar HQs do Recruta Zero, realizando cerca de 50 histórias.
1970 – Cria o palhaço Sacarrolha e, em 1972, lança, pela RGE, o número 1 da revista Sacarrolha.
1973 – Como free lancer, escreve e desenha HQs com os personagens de Walt Disney, para Editora Abril. No mesmo ano, é contratado pela editora como Coordenador do Centro de Criação.
1976 – Passa à chefia do setor de Revistas Nacionais da Editora Abril. Ainda no mesmo ano, lança o palhaço Sacarrolha, pela Abril e cria Dr. Zôo, o Veterinário, um personagem de tiras de jornal.
1978/1979 – Organiza o Estúdio de Quadrinhos Disney, destinado a produzir manuais para desenhistas e roteiristas, desenvolver novos talentos e controlar a qualidade das HQs brasileiras.
1980 – Inaugura a PJ Produções Artísticas e lança o Sacarrolha no campo de merchandising.
1983 – Lança pela Editora D-Arte, de Rodolfo Zalla, a revista Diversões do Sacarrolha.
1984 – Na Abril, soma à produção de seu setor, HQs com personagens “não Disney”(Luluzinha, Moranguinho, He-Man...). A partir de então, passa a ser responsável por cerca, 300 páginas/mês.
1986 – Lança, pela Editora Noblet, a revista Diversões do Gran Circo Kabum, reunindo os personagens Sacarrolha e Dr. Zôo, o Veterinário.
1988 – Na Abril, assume a direção da redação Revistas Infantis e passa a trabalhar com HQs, como: Os Trapalhões e Gugu. Paralelamente, publica Dr. Zôo, na revista Zooneland, da Holanda.
1990 – Participa do Congresso de Lucca (Itália) e passa a colaborar, como roteirista, da Walt Disney Company, italiana.
1991 – Desenvolve, na Abril, Didi Volta para o Futuro, a primeira Graphic Novel Infantil totalmente nacional. A edição ganha todos os prêmios do ano (sete).
1992 – Participa do II Encuentro Iberoamericano de Historietas, em Havana, Cuba, e lança Dr. Zôo, naquele país.
1993 – Retorna à Redação Disney e planeja a edição 60 Anos do Pato Donald. Premio HQ Mix, Melhor Lançamento do Ano.
1995 – Viaja aos Estados Unidos e consegue uma autorização para desenhar no Brasil, HQs de O Corcunda de Notre Dame, novo Clássico de Animação dos estúdios Disney. 1997 – Representando a Editora Abril, firma um acordo com a Egmont (representante Disney, na Dinamarca), para desenhar, no Brasil, HQs para publicação naquele país. Ainda no mesmo ano, a grande queda no mercado brasileiro de quadrinhos, leva a Abril a fechar o setor de criação. Primaggio convida a equipe para trabalhar com ele e passa a produzir para a Disney Italy.
1998 – Primaggio & equipe, realizam as HQs com os personagens do clássico Disney, Mulan.
1999 – A equipe de Primaggio desenha as HQs baseadas no clássico Disney, Tarzan e também uma série de histórias com o personagem Zé Carioca. No mesmo ano, a Tomcor, (empresa de Carlos Massa, o Ratinho, da TV), convida o autor a desenvolver o traço do personagem Xaropinho, para uso em HQs , atividades, merchandising e filmes animados.
2000 – Volta a trabalhar com a Editora Abril, produzindo roteiros com os personagens Disney.
2001 – Desenvolve, para o estúdio de animação HGN, o universo de personagens do Projeto Tamar. Ainda no mesmo ano passa a traduzir, para a Abril, as HQs, italianas, e começa a escrever o livro “100 Anos de Western”.
2003 - Lança 100 Anos de Western, pela Ópera Graphica Editora, e desenvolve, para a HGN, roteiros para comerciais. Em seguida, ministra, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, o seu curso “Bastidores de um Gibi”, destinado a ensinar o sistema de produção de uma revista de HQs . Em dezembro, lança seu segundo livro: “Curiosidades do Western”, novamente pela Ópera.
2004 – Inicia um livro, sobre a obra cinematográfica de Walt Disney.
2007 – É convidado por ¬¬Franco de Rosa, responsável pela divisão de livros da Mythos Editora, a escrever um livro sobre o centenário do ator John Wayne. O lançamento aconteceu em dezembro do mesmo ano.

Prêmios, como autor:
2 Prêmios Abril de Jornalismo (1976 e 1978), desenho e roteiro
3 Destaques do Prêmio Abril de Jornalismo (1979, 1980, 1982), roteiro
2 Troféus Dona Beija (Araxá – 1988, 1990), autor
Prêmio Gibiteca (Curitiba – 1989), autor
Prêmio Angelo Agostíni/Veterano (São Paulo - 1990), autor

Prêmios, em equipe (direção):
1 Prêmio HQ MIX – Melhor revista, Os Trapalhões (1990).
7 Prêmios pela Graphic Novel, “Didi Volta para o Futuro” (1991)
1 Prêmio HQ MIX – Melhor revista, Os Trapalhões”(1991)
1 Prêmio HQ MIX – Melhor lançamento, “60 Anos do Pato Donald (1994)
1 Prêmio Abril de Jornalismo – Melhor desenho, Zé Carioca (1994)
1 Prêmio HQ MIX – Melhor lançamento, “Sailor Moon” (1996)





[voltar para Curiosidades sobre desenhistas]
Fórum

Direito Autoral - Este site tem como único objetivo Cultural preservar a memória dos quadrinhos publicados no Brasil, possibilitando fonte de pesquisa para estudantes, jornalistas, aficcionados do gênero e curiosos. Todas as manifestaçoes aqui contidas respeitam os direitos autorais dos detentores dos personagens de gibis, HQ, mangá, Comics, animes, quadrinhos e personagens em geral, bem como editoras e desenhistas contidos neste site. (Kendi Sakamoto)
desenvolvido por Dialética